Descubra quando é necessário visto para abrir empresa nos EUA e quais tipos de vistos existem

visto para abrir empresa nos eua

Você está considerando abrir um negócio nos Estados Unidos? Você pode estar se perguntando se um visto é necessário para fazer isso. A resposta é: depende da sua situação e do tipo de negócio que você deseja estabelecer.

Embora existam certas categorias de vistos especialmente projetadas para empreendedores, como o visto de investidor do tratado E-2 ou o visto O-1 para indivíduos com habilidades extraordinárias em sua área, também existem outros tipos de vistos que podem permitir que você comece um negócio nos EUA.

No entanto, independentemente da categoria de visto sob a qual você se inscreve, é importante entender as complexidades e requisitos de cada uma antes de tomar qualquer decisão.

Neste artigo, exploraremos: a necessidade do visto para abrir um negócio nos EUA, quais os custos envolvidos, a real demanda de morar nos EUA para empreender, as vantagens de empreender nos EUA; e por fim, os tipos de vistos para empreendedor e os que podem ser utilizados para abrir o seu negócio nos EUA. 

Para abrir uma empresa nos EUA, é necessário visto?

Começar um negócio nos EUA pode ser uma oportunidade emocionante que abre novas possibilidades para sua carreira e crescimento pessoal. No entanto, antes de iniciar sua empreitada, há certos requisitos legais que devem ser cumpridos.

É sempre recomendável procurar orientação jurídica de um advogado experiente em imigração que possa orientá-lo através desse processo complexo e ajudar a garantir o sucesso tanto para você quanto para sua nova empreitada empresarial na América.

Se você está considerando abrir um negócio nos Estados Unidos, pode estar se perguntando sobre o processo e os requisitos.

Em primeiro lugar, você não precisa necessariamente de um visto para iniciar uma empresa nos EUA, mas existem alguns fatores a considerar.

Você pode abrir um negócio remotamente ou contratar um agente para lidar com isso para você, mas se quiser vir e gerenciá-lo pessoalmente, precisará obter um visto.

Na maioria dos casos, estrangeiros que desejam abrir um negócio nos EUA precisarão de um visto. 

O tipo de visto necessário dependerá de vários fatores, como a natureza do seu negócio, seu papel nele e quanto tempo você planeja permanecer no país.

Por exemplo, se você planeja gerenciar seu negócio do exterior e visitar o país apenas ocasionalmente por curtos períodos de tempo, poderá ser elegível para um visto de visitante B-1. 

Se você pretende morar e trabalhar em tempo integral nos EUA enquanto administra seu negócio, então um visto de investidor E-2 ou um visto de transferência intra-empresa L-1 pode ser mais apropriado.

Esses vistos exigem que você invista uma quantia substancial de capital em sua empresa nos EUA ou tenha experiência prévia trabalhando com uma empresa estrangeira relacionada. 

É importante observar que a obtenção de um visto não garante a aprovação para entrar nos EUA ou a aprovação para iniciar a operação de seu negócio.

visto para abrir empresa nos eua

É necessário estar em solo americano para abrir uma empresa nos EUA?

Não assuma que viver nos EUA é um requisito para começar seu negócio lá.Muitos empresários ao redor do mundo têm sucesso ao configurar seus negócios remotamente usando ferramentas e serviços online. 

O processo envolve a apresentação de documentos necessários e a obtenção de licenças e autorizações relevantes do estado onde você planeja estabelecer seu negócio. 

No entanto, é importante observar que operar uma empresa do exterior vem com seu próprio conjunto de desafios.

Você precisará navegar pelas diferenças de fuso horário, nuances culturais, barreiras de idioma e requisitos legais desconhecidos. 

É crucial ter um forte sistema de suporte em vigor, como advogados ou contadores locais que possam orientá-lo pelo processo e ajudá-lo a permanecer em conformidade com as leis e regulamentos dos EUA.

Com determinação e planejamento cuidadoso, você pode lançar com sucesso seu negócio nos Estados Unidos enquanto vive no exterior.

No entanto, se você planeja se mudar para os EUA mais tarde ou deseja contratar funcionários dentro do país, ter uma presença física pode tornar as coisas mais fáceis.

Aqui estão três coisas importantes para se manter em mente se você escolher estabelecer seu negócio remotamente:

1) Você precisará de um agente registrado com base nos EUA para representar sua empresa e receber avisos legais em seu nome.

2) Alguns estados podem exigir uma visita inicial para determinados tipos de negócios ou licenças, portanto, é importante pesquisar os requisitos específicos do estado antes de iniciar o processo.

3) É crucial trabalhar com um advogado experiente que possa orientá-lo através de quaisquer obstáculos legais e garantir a conformidade com todas as regulamentações necessárias.

Abrir uma empresa nos Estados Unidos garante o Green Card?

Se você sonha em viver e trabalhar permanentemente nos Estados Unidos, iniciar um negócio pode ser sua passagem para obter um Green Card. No entanto, simplesmente abrir uma empresa nos EUA não garante que você receberá um. 

Você deve atender a certos requisitos, como investir uma quantia significativa de dinheiro e criar empregos para trabalhadores americanos.

O Programa de Investidor Imigrante EB-5 é uma maneira de obter residência permanente por meio do empreendedorismo. 

Este programa requer um investimento de pelo menos US$ 1,8 milhão (ou US$ 900.000 se o negócio estiver localizado em uma área de emprego direcionada) e a criação de 10 empregos em tempo integral para cidadãos americanos ou residentes legais dos EUA dentro de dois anos.

Se essas condições forem atendidas, você poderá ser elegível para um Green Card para você e seus familiares imediatos.

Qual é o valor necessário para abrir uma empresa nos Estados Unidos?

Você precisará fazer um orçamento para o custo de abrir um negócio nos Estados Unidos, pois isso pode variar dependendo do estado e do tipo de empresa que você deseja estabelecer.

Em média, custa cerca de $500 para registrar sua empresa no estado, mas essa taxa pode ser mais alta ou mais baixa dependendo de onde você escolher para se estabelecer.

Além das taxas de registro, há outros custos associados ao início de um negócio nos EUA. Por exemplo, você pode precisar pagar por licenças e permissões, contratar funcionários ou contratados, comprar equipamentos e suprimentos e investir em esforços de marketing.

É importante pesquisar todos esses custos antes de se lançar no empreendedorismo para que você possa criar um orçamento realista e evitar quaisquer surpresas financeiras inesperadas ao longo do caminho.

Vantagens de abrir uma empresa nos EUA.

Você ficará feliz em saber que abrir um negócio nos Estados Unidos vem com inúmeras vantagens, incluindo acesso a um mercado maior e impostos mais baixos. Aqui estão três vantagens de começar sua própria empresa na terra das oportunidades:

1. Base de clientes expandida: Com mais de 330 milhões de pessoas vivendo nos EUA, não há escassez de potenciais clientes para o seu negócio. Além disso, muitos consumidores americanos valorizam empresas locais e estão dispostos a apoiá-las em vez de grandes corporações.

2. Leis tributárias favoráveis: O governo dos EUA oferece vários incentivos fiscais para pequenas empresas, como deduções para custos de inicialização e créditos para despesas de pesquisa e desenvolvimento. Além disso, alguns estados têm impostos ainda mais baixos que outros.

3. Formação fácil da empresa: Em comparação com outros países, o processo de criação de uma empresa nos EUA é relativamente simples. Você pode escolher entre várias estruturas legais, como LLC ou corporação, enviar documentos online e começar rapidamente.

Ao abrir um negócio nos EUA, você também terá acesso a uma forte rede de empreendedores e profissionais do setor que podem oferecer suporte e orientação ao longo do caminho. 

Você não só poderá se conectar com outros proprietários de empresas em eventos e conferências locais, mas também pode aproveitar recursos como SCORE (Corpo de Serviços de Executivos Aposentados) ou Centros de Desenvolvimento de Pequenas Empresas.

Em geral, iniciar uma empresa nos EUA pode fornecer inúmeras vantagens que vão além do ganho financeiro. Você terá oportunidades de crescer profissionalmente enquanto contribui para sua comunidade por meio da criação de empregos e inovação. 

Conheça as principais categorias de visto de empreendedor nos EUA

Se você é um empreendedor procurando estabelecer seu negócio nos EUA, pode precisar de um visto.

Existem várias categorias de vistos disponíveis para empreendedores, incluindo o visto de Transferência de Executivo/Gerente, visto de Negócios, visto de Tratado de Investidor (E-2), Visto de Imigrante Investidor EB-5 e Visto Americano de Início (IER).

Cada tipo de visto possui seus próprios requisitos e benefícios que você deve considerar antes de tomar uma decisão. Veja mais sobre isso:

Transferência de executivo / Visto de empresário

Para obter um visto para transferência executiva ou como empreendedor nos Estados Unidos, existem certos requisitos que devem ser atendidos. Aqui estão quatro coisas importantes a serem lembradas:

1. Você deve ter um relacionamento qualificado com uma empresa fora dos Estados Unidos, como ser empregado por pelo menos um ano.

2. A empresa para a qual você trabalhará nos Estados Unidos também deve ter um relacionamento qualificado com seu empregador atual, como ser uma empresa-mãe, subsidiária ou afiliada.

3. Como empreendedor, você deve demonstrar que investirá uma quantidade substancial de capital em seu novo empreendimento.

4. Você deve comprovar que possui as habilidades e expertise necessárias para gerenciar e operar seu negócio com sucesso.

Obter um visto para transferência executiva ou empreendedorismo pode ser complexo e demorado, mas é essencial se você quiser trabalhar e viver legalmente nos Estados Unidos. 

É vital que você entenda todos os requisitos antes de iniciar o processo de inscrição para evitar possíveis atrasos ou negações.

 Lembre-se de que existem recursos disponíveis para ajudá-lo a guiar por este processo, então não hesite em buscar aconselhamento profissional, se necessário.

visto para abrir empresa nos eua

Visto de negócios.

Ao fazer negócios nos Estados Unidos, é importante saber sobre os requisitos para obter um visto e o que é preciso para ter sucesso neste mercado competitivo.

Um dos vistos mais comuns para fazer negócios é o visto B-1, também conhecido como visto de “visitante para negócios”. 

Este visto permite que estrangeiros entrem nos EUA temporariamente para fins relacionados a negócios, como participar de conferências, negociar contratos ou explorar oportunidades de investimento.

Para se qualificar para um visto B-1, é necessário demonstrar que suas atividades pretendidas são atividades legítimas relacionadas a negócios e que você possui fortes laços com seu país de origem que garantirão seu retorno após a visita. 

Além disso, pode ser necessário fornecer documentação comprovando suporte financeiro durante sua estadia e quaisquer licenças ou autorizações necessárias para sua indústria específica.

Embora um visto B-1 não permita trabalhar ou se envolver em emprego nos EUA, ele oferece uma oportunidade para explorar potenciais empreendimentos comerciais e estabelecer conexões importantes dentro do mercado americano.

Visto de investidor – Tratado Comercial

A obtenção do visto de investidor por meio do Tratado Comercial pode ser uma opção viável para quem deseja explorar oportunidades de negócios nos Estados Unidos. 

Este tipo de visto é destinado a empreendedores que desejam abrir ou investir em uma empresa americana e exige um investimento inicial mínimo, dependendo do setor da empresa.

Além disso, com a obtenção desse visto, você também pode trazer sua família para os Estados Unidos e se estabelecer no país por um período determinado. 

É importante destacar que existem algumas condições a serem cumpridas para manter o status de titular do visto, como manter o investimento ativo na empresa americana e sustentar a geração de empregos nos EUA.

Se você pretende expandir seus negócios nos Estados Unidos e deseja obter um visto permanente como empresário estrangeiro, o visto de investidor por meio do Tratado Comercial pode ser uma ótima opção a ser considerada.

Visto EB-5

Se você está procurando uma maneira de investir nos Estados Unidos e potencialmente obter residência permanente, o EB-5 pode ser de seu interesse. 

Este programa de visto permite que estrangeiros invistam pelo menos US $ 1 milhão (ou US $ 500.000 em determinadas áreas de emprego direcionadas) em uma nova empresa comercial que cria ou preserva pelo menos 10 empregos em tempo integral para trabalhadores americanos.

Aqui estão quatro coisas que você deve saber sobre o programa de visto EB-5:

1. O investimento deve ser feito em uma nova empresa comercial, que pode incluir a criação de um novo negócio ou a compra de um existente e reestruturá-lo.

2. Os 10 empregos em tempo integral criados ou preservados devem ser para trabalhadores americanos qualificados, ou seja, eles são cidadãos, residentes permanentes ou autorizados a trabalhar nos EUA.

3. Os candidatos devem demonstrar que seus fundos de investimento foram obtidos legalmente.

4. Se aprovados, os candidatos e seus familiares imediatos podem receber residência permanente condicional por dois anos antes de solicitar a remoção das condições e obter o status de residência permanente.

Visto de Start Up americano – IER

Começar um negócio nos Estados Unidos pode ser desafiador, mas com o programa Start Up visa, empreendedores têm a oportunidade de obter residência permanente enquanto lançam suas ideias inovadoras. 

A Regra do Empreendedor Internacional (IER) permite que estrangeiros que atendam a certos requisitos venham aos Estados Unidos e iniciem seus próprios negócios.

 Esse programa é especificamente projetado para pessoas que desejam criar novas empresas que beneficiem a economia americana.

 O IER exige que os candidatos tenham uma participação significativa em sua empresa e demonstrem que ela tem potencial para um rápido crescimento e criação de empregos. 

Além disso, eles devem mostrar que estão ativamente envolvidos na gestão e desenvolvimento de seus negócios. 

Se aprovados para este programa de visto, os empreendedores receberão um período inicial de estadia de dois anos, durante o qual podem trabalhar na construção de sua empresa. 

Após esse período, eles podem solicitar uma extensão adicional de três anos se atenderem a certos requisitos. 

Em geral, este programa de visto oferece uma excelente oportunidade para empreendedores estrangeiros que desejam se estabelecer no mercado americano e contribuir para o seu crescimento econômico.

Outras categorias de visto que funcionam como visto de empreendedor nos EUA.

Se você está procurando outras categorias de vistos que funcionem como visto para empreendedores nos Estados Unidos, você pode considerar os vistos EB-1 e EB-2.

O visto EB-1 é projetado para indivíduos com habilidades extraordinárias em negócios, ciência, artes, educação ou atletismo.

Enquanto isso, o visto EB-2 é destinado a profissionais com graduação avançada ou habilidade excepcional em sua área.

Visto EB-1

O visto EB-1 é uma ótima opção para empreendedores que desejam obter residência nos Estados Unidos ao abrir um negócio. 

Esta categoria de visto é reservada para pessoas com habilidades extraordinárias, professores ou pesquisadores excepcionais e executivos ou gerentes multinacionais.

Para empreendedores, a categoria mais relevante dentro do visto EB-1 é provavelmente a de executivos ou gerentes multinacionais.

Para se qualificar para esta categoria, você precisa ter trabalhado em uma empresa estrangeira em uma posição executiva ou gerencial por pelo menos um ano nos três anos anteriores à sua aplicação. 

Além disso, você deve estar vindo para trabalhar em uma capacidade semelhante em sua nova empresa com sede nos EUA.

Isso significa que se você está começando um novo negócio nos Estados Unidos e planeja ser seu executivo ou gerente, precisará mostrar que estabeleceu um relacionamento qualificado com uma empresa estrangeira existente onde ocupou tal posição. 

Se aprovado, este visto pode levar ao status de residente permanente legal (green card) após um ano de moradia e trabalho nos EUA sob ele.

EB-2

Este visto é também conhecido como visto de preferência de emprego de segunda categoria e é projetado para profissionais com diplomas avançados ou habilidades excepcionais em sua área. 

Para se qualificar para este visto, você deve possuir um diploma avançado ou habilidade excepcional em sua profissão.

 Além disso, você deve ter uma oferta de emprego de um empregador dos EUA que esteja disposto a patrocinar sua inscrição.

 O processo pode ser longo e complexo, mas com a documentação e preparação adequadas, você pode aumentar suas chances de sucesso. 

Se você está considerando iniciar um negócio nos Estados Unidos, obter um visto EB-2 pode ser necessário para trabalhar e residir legalmente no país. 

Para ajudá-lo a guiar neste processo, considere procurar conselhos de um advogado de imigração ou consultar uma organização profissional que se especialize em ajudar empreendedores estrangeiros.

Conclusão

Então, é necessário um visto para abrir um negócio nos EUA? A resposta é: depende. Se você planeja viver e trabalhar nos EUA enquanto administra seu negócio, então sim, você precisará de um visto que permita fazer isso.

No entanto, existem diferentes tipos de vistos disponíveis para empreendedores, dependendo de suas necessidades específicas. Os vistos mais comuns para empreendedores são o visto de investidor de tratado E-2 e o visto de transferência intra-empresa L-1. 

Outras opções incluem o visto O-1 para indivíduos com habilidades extraordinárias, ou o programa de investimento de imigrantes EB-5 para aqueles que desejam investir uma quantia significativa de capital em uma nova empresa comercial nos EUA.

Compreender essas opções pode ajudar os aspirantes a empreendedores a tomar uma decisão informada sobre que tipo de visto eles precisam e como podem alcançar melhor seus objetivos.

 Abrir um negócio nos EUA pode ser desafiador, mas também oferece muitas vantagens, como acesso a um grande mercado consumidor, leis tributárias favoráveis e fortes proteções de propriedade intelectual.

Embora navegar na lei de imigração possa parecer assustador no início, com planejamento cuidadoso e pesquisa, é possível iniciar seu próprio negócio com sucesso na América.

 Em última análise, se você precisa ou não de um visto dependerá das suas circunstâncias individuais e objetivos como empreendedor.

Compartilhar

Abrir bate-papo
💬 Precisa de ajuda?
Olá
Podemos ajudá-lo?